Há décadas que somos incentivados a praticar desporto, quando questionados com o porquê de o fazer, as respostas são quase sempre as mesmas: “para desanuviar, porque me sinto com um corpo mais bonito, porque faz bem à saúde”

Mas poucas vezes ouvimos: “Porque me ajuda a ter uma pele mais bonita” 

Sim é verdade, fazer exercício vai ajudá-la/o a ter uma pele mais bonita e saudável!

Dos muitos benefícios conhecidos resultantes da prática de desporto selecionei 3 que considero mais relevantes para conseguir uma pele mais bonita e saudável.

  • O exercício fisico deixa pele mais limpa e luminosa. Porquê? Porque o suor produzido aumenta a temperatura corporal dilatando os poros , favorecendo a eliminação da sujidade na pele, pontos negros e melhoria em casos de acne pouco inflamado.
  • Estimula a circulação sanguínea, favorecendo um aporte de oxigénio e nutrientes à célula. O resultado? Uma pele mais firme com mais luz, uniforme e sem poros dilatados livre de oleosidade.
  • Ajuda a reduzir o stress, ajudando diretamente na qualidade do sono todas as noites. E dormir, é um grande ou um dos maiores tratamentos de beleza: repara os danos causados durante o dia e evita olheiras e papos.

De salientar que, para usufruir destes benefícios, que advêm da prática do exercício fisico, é importante que reforce os cuidados diários com a sua pele, sobretudo se o fizer ao ar livre.

Note-se que há desportos que “castigam” mais a pele do que outros e que podem, inclusive, provocar secura, gretas nos lábios ou envelhecimento prematuro (pela ação do frio, vento, sol e até mesmo por oxidação quando o exercício é bastante frequente).

Sempre que possível, antes de qualquer atividade física  limpe e proteja a pele. Dê preferência a fotoprotetores específicos. Depois do exercício, é absolutamente primordial eliminar os restos de suor e células mortas com um duche morno bem como equilibrar o PH natural da pele utilizando um hidratante indicado ao seu tipo e estado de pele.

Mas o que é isso de estado e tipo de pele? No proximo artigo, vou explicar quais as diferenças e que impacto que “isso” tem no dia a dia de uma pele sensível e/ou reativa.

 

Até breve,

Sónia Dos Santos