Já alguma vez ficou desmotivado(a) para treinar? Não apetece porque está de chuva, ou muito calor, acordou sem energia, dores de cabeça, enfim, as razões poderão ser muitas e todas são verdadeiras quando a vontade não está lá.

Ansiamos por uma “pílula” ou um milagre que nos dê toda a energia e vontade do mundo para pegar naqueles pesos ou correr quilómetros naquela passadeira. Infelizmente, ou felizmente tal “pílula” não existe e teremos mesmo que arranjar estratégias para nos “obrigar” a fazer exercício.

Faça uma lista de objetivos

  1. O que quer atingir? Que corpo quer ter? Que resistência pretende? Seja especifico quanto ao peso a perder, quilómetros a correr, tempo a correr sem parar, volume/medida cintura ou perna, etc.
  2. Para quando quer resultados? Daqui a quanto tempo? Seja otimista, mas realista.
  3. Como quer ter? Que exercícios/treino prefere/gosta fazer? Comece por aquilo que gosta (correr, andar de bicicleta, ir ao ginásio, etc). Já será desafiante e se faz aquilo que não gosta a probabilidade de desistir é maior.
  4. Quando começar? Hoje, amanhã, depois… quando? Escreva, assuma o compromisso.

Se tiver dificuldade em fazer uma lista procure um profissional do exercício que possa ajudar. Lembre-se:

“Somos tudo aquilo que nos reflete. O por isso da boa companhia. Pois as pessoas boas nos inspiram, as pessoas positivas nos aliviam, as pessoas sábias nos direcionam. Absorvemos tudo aquilo que nos rodeia, tudo aquilo que vivemos”. – Kepler Machado

Saiba PORQUÊ tem de fazer exercício

Quem treina sem um porquê, naturalmente irá arranjar todas as desculpas do mundo para não o fazer. A razão para fazer o que faz dita o que terá no futuro. Saiba porque o faz e porque é importante para SI. Exercitar para umas férias próximas, casamento ou simplesmente para partilhar com os amigos o quão em forma está, não é razão suficientemente forte para ter resultados duradouros. “Já sei, faz bem à saúde!” – Todos sabemos que fazer exercício faz bem à saúde, no entanto, se assim o é, porque é que ainda existe tanta obesidade e sedentarismo? Defina a SUA razão.

Treine com companhia

Uma das tendências do fitness para 2018 dadas pelo ACSM (American College of Sports Medicine) são as aulas de grupo. Os treinos em grupo são intencionalmente criados para serem motivacionais e efetivos para pessoas com diferentes níveis de fitness. Outro fator que impede as “desculpas” tem a ver com o compromisso que se faz com quem treina: Se combinou com alguém ir correr, a probabilidade de sair da cama cedo é maior. Não queremos ser o elo mais fraco.

São as pequenas coisas acumuladas que fazem os grandes resultados. Uma casa constrói-se com tijolos… um por um. Usufrua o processo. Com pequenas conquistas ficamos motivados e continuamos. E se aceitarmos que, em todo o processo há sempre altos e baixos, como um eletrocardiograma, deixamos de criar expetativas, mas sabemos que estamos num bom caminho. O caminho da conquista de resultados!

Bons treinos

 

Luís Barbudo